Instituto Brasileiro de Museus

Tainacan – Museu Villa-Lobos

Acervo do Museu Villa-Lobos

O Museu Villa-Lobos é responsável pela coleta, preservação, estudo e divulgação de documentos e objetos que atestam, testemunham e ilustram a vida e a obra de Villa-Lobos e que, pela sua expressão e representatividade, constituem referência na formação da identidade brasileira.

Todo esse acervo – composto por partituras, correspondências e documentos textuais, programas de concertos nacionais e estrangeiros, arquivo sonoro, acervo audiovisual e objetos multidimensionais – será disponibilizado aos poucos na Web. A coleção de fotografias é a estreia do Museu Villa-Lobos no projeto Tainacan.

Fotografias

A coleção compreende cerca de 1.800 registros de Villa-Lobos e seu universo, abrangendo do final do século XIX à década de 1950. A principal doadora do acervo é Arminda Villa-Lobos, segunda esposa do compositor e diretora do Museu Villa-Lobos entre 1960 e 1985. Também há um número significativo de imagens procedentes da família da primeira esposa de Villa-Lobos, Lucília Guimarães, as quais foram doadas após a morte de Arminda, em 1985.

De alto valor histórico, a coleção de fotografias documenta diferentes momentos da vida de Villa-Lobos, da infância aos últimos concertos pelo mundo. Também apresenta intelectuais, artistas e políticos de destaque do país e do exterior, registrando as principais experiências de Villa-Lobos como compositor, intérprete e diplomata cultural brasileiro, além de cenas da intimidade – ao lado de amigos e de músicos, jogando bilhar, em viagens pelo mundo, com Lucília e com Arminda.

Os itens deste acervo não poderão ser reproduzidos com qualquer finalidade, utilizados para fins comerciais ou para distribuição ao público, mesmo que gratuita. Qualquer utilização nesse sentido deverá ser submetida à autorização direta dos autores ou proprietários do direito autoral, moral ou qualquer outro direito relacionado ao material em questão. O Museu Villa-Lobos não se responsabiliza por questões referentes à violação de quaisquer direitos de terceiros gerada pelo uso indevido do acervo sob a sua guarda ou de seus conteúdos.

Sim, sou brasileiro e bem brasileiro. Na minha música deixo cantar os rios e os mares deste grande Brasil. Eu não ponho mordaça na exuberância tropical de nossas florestas e dos nossos céus, que transporto instintivamente para tudo que escrevo.

Heitor Villa-Lobos

Nos termos do art. 29  da Lei Federal no 9.610/1998, nenhuma obra protegida por direito autoral poderá ser de qualquer forma utilizada sem a prévia e expressa autorização dos titulares dos respectivos direitos. As autorizações envolvendo Villa-Lobos são de responsabilidade dos representantes legais da Academia Brasileira de Música, herdeira do compositor. Para mais esclarecimentos, contate a Academia via formulário de contato ou pelos telefones +55 (21) 2292.5845 | 2221.0277 | 2242.6693.

Explore o acervo de imagens pelo país onde o registro foi feito